Pedro, Lembrando Inês



Best EPub, Pedro, Lembrando In S Author Nuno J Dice This Is Very Good And Becomes The Main Topic To Read, The Readers Are Very Takjup And Always Take Inspiration From The Contents Of The Book Pedro, Lembrando In S , Essay By Nuno J Dice Is Now On Our Website And You Can Download It By Register What Are You Waiting For Please Read And Make A Refission For YouPedro, Lembrando Inês

NUNO J DICE nasceu na Mexilhoeira Grande, Portim o, em 29 de Abril de 1949 Licenciou se em Filologia Rom nica, pela Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa, vindo depois a ser professor do ensino secund rio Actualmente, professor da Faculdade de Ci ncias Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa, onde se doutorou em Literaturas Rom nicas Comparadas, em 1988 com a tese O espa o do

[[ Reading ]] ➽ Pedro, Lembrando Inês  Author Nuno Júdice – Firstchance10k.co.uk
  • Paperback
  • 56 pages
  • Pedro, Lembrando Inês
  • Nuno Júdice
  • Portuguese
  • 21 December 2017

10 thoughts on “Pedro, Lembrando Inês

  1. says:

    O professor universit rio, ensa sta, poeta e romancista portugu s Nuno J dice n 1949 nasceu na Mexilhoeira Grande, concelho de Portim o, Algarve.O livro de poesia Pedro, Lembrando In s foi originalmente publicado em 2001 Publica es Dom Quixote e, posteriormente, reeditado na Colec o Frente e Verso , numa iniciativa da revista Vis o Publica es Dom Quixote, em 2009, juntamente com A Anjo da Tempestade que li recentemente na edi o de 2004 Pedro, Lembrando In s um conjunto de trinta e dois poemas e uma Carta de Orfeu a Eur dice que centrando se no amor e na paix o de D Pedro I por In s de Castro, facilmente se extrapolam para a universalidade dos sentimentos amorosos entre duas pessoas A escrita po tica absolutamente deslumbrante, pela simplicidade e genu na autenticidade Destaco dez poemas cinco deles transcritos integralmente , simplesmente admir veis Varia o Sobre Rosas Como as rosas selvagens, que nascem em qualquer canto, o amor tamb m pode nascer de onde menos se espera O Amor, Dizes me Escuto o sil ncio das palavras Aus ncia Quero dizer te uma coisa simples a tua aus ncia d i me Refiro me a essa dor que n o magoa, que se limita alma mas que n o deixa, por isso, de deixar alguns sinais um peso nos olhos, no lugar da tua imagem, e um vazio nas m os Como se as tuas m os lhes tivessem roubado o tacto S o estas as formas do amor, podia dizer te e acrescentar que as coisas simples tamb m podem ser complicadas...

  2. says:

    E agora que acabei de ler estes poemas t o bonitos, vou voltar ao in cio e recome ar E depois, qui a, torno a fazer o mesmo uma e outra vez Talvez um dia me canseOu talvez n oPara j , Nuno J dice juntou se aos eleitos, Florbela Espanca e Eug nio de Andrade.E vai andar por aqui, sempre m o.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *