A Implosão



Reading A Implos O Author Nuno J Dice Vinoschilenos.eu Dois Antigos Conhecidos Do Tempo Da Ditadura E Das Conspira Es Encontram Se, Muitos Anos Depois, Numa Manifesta O Contra Um Governo Que Traiu As Promessas Feitas Ao Seu Povo Tudo Se Passa, Portanto, Num Pa S Imagin Rio De Um Continente Tamb M Imagin Rio Uma Europa Que Se Encontra Em Completa Desagrega O Social E Pol Tica Um Deles Convida O Outro Para O Acompanhar A Uma Igreja Onde Se Encontra Um Caix O Cujo Conte Do Ele N O Revela Uma Mulher Ou Algo De Secreto Para Uma Revolu O De Que Ambos Falam Como Se Fosse Necess Ria Durante A Noite Falam Do Passado, Do Presente, Da Mulher Que Ambos Amaram, E Do Homem Que Ela Teria Amado E Que Os Traiu A Todos Ligando Se Aos V Rios Governos Que Se Sucederam, Independentemente Da Cor Pol Tica, Apenas Para Satisfazer Os Seus Interesses A Noite Acaba Com A Descoberta Do Segredo Que O Caix O Esconde E Com Os Dois Amigos A Partirem Na Madrugada Do Dia Em Que A Igreja Vai Ser Implodida.A Implosão

NUNO J DICE nasceu na Mexilhoeira Grande, Portim o, em 29 de Abril de 1949 Licenciou se em Filologia Rom nica, pela Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa, vindo depois a ser professor do ensino secund rio Actualmente, professor da Faculdade de Ci ncias Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa, onde se doutorou em Literaturas Rom nicas Comparadas, em 1988 com a tese O espa o do

Download ☆ A Implosão  By Nuno Júdice – Firstchance10k.co.uk
  • 120 pages
  • A Implosão
  • Nuno Júdice
  • Portuguese
  • 26 September 2017

10 thoughts on “A Implosão

  1. says:

    Had to read this one for my lit studies class and didn t really enjoy it Felt too confusing at times.

  2. says:

    A Implos o de Nuno J dice uma obra de leitura r pida e acess vel O livro conta a hist ria de dois ex revolucion rios do tempo da Ditadura que se encontram ap s v rios anos sem se contactarem, e come am um di logo que pretende esclarecer antigos mist rios que datam dos seus tempos de conspira o contra o regime Esporadicamente, a conversa gera corol rios que exp em a atual deteriora o do sonho europeu.J dice consegue criar uma interessante din mica no discurso entre os protagonistas, onde a fronteira entre a introspe o dos personagens e a cr tica social se dissolve e se mistura Os protagonistas movem se num espa o limitado, mas rico em s mbolos que cativam a mente do leitor, prendendo a sua aten o.Infelizmente, no derradeiro ato da obra, J dice decide subitamente retirar a sua confian a no leitor e tornar berrantemente expl c...

  3. says:

    Nada mais apropriado nos dias de hoje Os patifes n o sabem o que h o de fazer Andam a roubar nos, o que Lembras te da Alemanha no tempo dos nazis Roubaram tudo aos judeus E nem era preciso disfar ar era s esvaziarem lhes as casas, partirem lhes as lojas o que nos est o a fazer, aqui Mas aprenderam, as coisas agora s o feitas com maior limpeza, tudo muito in cuo, n o h viol ncia Mas o roubo o mesmo Acaso n o aprendemos com o que se passou para parar com isto a tempo No tempo da Inquisi o, quando o Estado precisava de dinheiro fazia a lista de crist os novos, sobretudo os que eram ricos, e o d fice resolvia se com umas fogueiras pelo meio O Estado fez o mesmo aos lavradores ricos Mas nessa altura o Poder tinha um rosto, pod amos ver quem nos assaltava e a revolu o francesa inventou a guilhotina para que o carrasco pudesse mostrar multid o o rosto de quem a oprimira Hoje, n o sabemos que rosto est por tr s de tudo isto N o sabemos quem nos rouba, quem p e a leil o as coisas que nos custaram a comprar e que o Estado vende ao pre o da chuva E as casas ficam vazias Isto quando temos casas, porque se as temos tamb m elas nos s o confiscadas e os propriet rios, transformados em devedores daquilo que julgavam seu, v o viver para a rua A ditadura hoje muito mais maquiav lica porque n o se apresenta como tal Vivemos todos convencidos de que somos livres, e todos os dias nos imp em mais uma coisa contra n s, que n o sabemos como rejeitar N o...

  4. says:

    Sinceramente, n o acho que seja um dos melhores livros para ler Achei muito confuso, talvez por n o estar organizado por cap tulos e uma vez que, n o o pude ler de seguida nem o queria , era complicado lembrar me do...

  5. says:

    .

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *